Home Quem Somos Programas Nossa equipe Notícias Fotos PodCast Fale Conosco  
Gabriel Valim - Piradinha
Luan Santana - Garotas não Merecem Chorar
Zé Ricardo e Thiago - Pode ou não Pode
Fernando & Sorocaba - O que cê vai Fazer
Péricles Part. Luan Santana - Cuidado Cupido
Cláudia Leite Part. Thiaguinho - Quer Saber
Turma do Pagode - A Gente tem Tudo à Ver
Só pra Contrariar - Ao Som do SPC

  Fundada em 29 de setembro de 1950, a Rádio Agulhas Negras faz parte da história do Sul Fluminense. A emissora funcionou durante 33 anos no prédio do Cine Vitória, no Centro Histórico de Resende, e foi o primeiro veículo de comunicação do tipo na cidade. Com apenas 100 watts de potência em seu lançamento, a rádio chegava apenas até Volta Redonda, Bananal e Cruzeiro (SP), além de alguns municípios menores na divisa com Minas Gerais. O alcance restrito não intimidou a equipe que trabalhou duro para manter a programação.

            O jornalista Arízio Maciel foi o primeiro diretor artístico da emissora. Foi ele quem selecionou os primeiros 400 discos de 78 rotações que foram adquiridos pela Rádio Agulhas Negras. Atualmente muitos desses discos fazem parte do acervo do Museu da Imagem e do Som de Resende. A programação era variada: desde transmissão esportiva, passando pelo rádio-teatro e chegando aos noticiários. Fatos importantes para a cidade como a formatura dos cadetes da AMAN, missas e eventos culturais permeavam as horas em que a emissora se mantinha diariamente no ar.

            Destaque para o musical “Parada da Alegria”, do Simplício, que entre várias adaptações ao logo dos anos, venceu o tempo e continuou no ar até meados de 2012 (quando o locutor veio a falecer). Foi o programa de maior durabilidade dentro da programação.

            Com o passar dos anos, a Rádio Agulhas Negras dedicou-se a prestar serviços de utilidade pública, divulgar ações comunitárias e fazer denúncias. Em 1983 a emissora foi vendida ao Grupo Porto Real e hoje ela funciona no mesmo prédio da irmã mais nova (REAL FM). A potência ficou mais forte (5000 Watts) e o alcance também. Hoje é possível ouvir a Rádio Agulhas Negras em 50 municípios e localidades diferentes.        Ganhou equipamentos mais modernos e novos profissionais, mas não perdeu suas raízes. O que garante ao ouvinte do Sul Fluminense, uma nova emoção a cada segundo! 

Você costuma se desligar do trabalho durante as férias?
Sim
Não

Radio Agulhas Negras AM 640kHz - 2012 Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por André Tavares